O novo sistema digital para a folha de pagamento deve entrar plenamente em funcionamento a partir de 2015

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O novo sistema digital para a folha de pagamento deve entrar plenamente em funcionamento a partir de 2015

Mensagem por jwalamino em Seg Out 28, 2013 10:15 am

Leão do imposto de renda e receita federal
Intenção com o novo programa é diminuir a burocracia e ter mais precisão no confronto de informações das empresas (Cameron Spencer/Getty Images)

O sistema digital da folha de pagamento, chamado de eSocial, deve aumentar a arrecadação em 20 bilhões de reais. É uma previsão "conservadora", segundo o coordenador de Sistemas da Atividade Fiscal da Receita, Daniel Belmiro. O programa muda o modo como as empresas brasileiras hoje apresentam ao governo as informações de seus funcionários. O sistema já entrará em operação no ano que vem, mas só deve estar em pleno funcionamento a partir de 2015.

A arrecadação deve aumentar porque o eSocial vai facilitar cruzamento de dados sobre as empresas e, consequentemente, aumentar a fiscalização, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo. O governo espera compensar parte da renúncia fiscal de 2014, projetada em 24,7 bilhões de reais.

O modelo desenhado pela Receita prevê que os dados (fiscais, tributários, previdenciários e trabalhistas) sejam enviados em tempo real, via internet. Ou seja, admissões, demissões ou licenças médicas devem ser informados no mesmo dia ao Fisco. Hoje, a Receita usa a apresentação mensal das informações da folha de pagamento para confrontar com outras obrigações, como a Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social (GFIP).

A intenção do governo com o programa é centralizar em um único sistema os dados o que antes eram informados em nove diferentes processos, como Caged, a Rais, a Dirf e a Gfip. Os órgãos terão, agora, de buscar as informações que lhe competem.

Leia mais: Arrecadação federal soma R$ 84,21 bilhões em setembro
Fazenda publica portarias para refinanciar dívidas de empresas

Em 2012, foram recolhidos 4 bilhões de reais em multas e valores devidos, descobertos a partir de divergências entre folha de pagamento e GFIP. "E esse valor não representa nem 1% do total de pessoas jurídicas no Brasil. Então, nós temos uma perspectiva de incremento da arrecadação muito grande, pois eu vou deixar de ter folha de pagamento separada da GFIP", diz Belmiro, da Receita. Ele acredita que a unificação dos dados também vai facilitar os processos para as empresas.

As grandes empresas serão as primeiras a implementar o sistema no primeiro semestre do ano que vem. A partir de julho será a vez dos microempreendedores individuais (MEIs), pequenos produtores rurais, empresas de lucro presumido (que têm faturamento anual de até 48 milhões de reais) e do Simples Nacional. A previsão é de que em janeiro de 2015 todos os empregadores tenham concluído a transição para o sistema.


Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/economia/esocial-deve-arrecadar-r-20-bilhoes-diz-receita

Walfrido
https://sites.google.com/site/esocialdiscute

jwalamino

Mensagens : 125
Data de inscrição : 18/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum